Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Infinito

Infinito

22
Abr22

Só o amor nos pode salvar...

Calimero

As relações vivem de verdade, das mais simples às mais duras, das que nos fazem sorrir às que nos fazem chorar, das que nos fazem sentir nas nuvens às que nos fazem sentir as pedras duras e ásperas do chão. As relações vivem de amor e o amor alimenta-se de verdade, sem verdade não há intimidade, sem verdade não há cumplicidade, sem verdade não amamos de verdade. Custa muito mostrar quem somos aos que amamos, o que tememos, o que pensamos, os desejos, as feridas e as fragilidades. Custa muito viver sem máscaras e sem roupa, vulneráveis às suas opiniões, correndo o risco de não sermos amados perante a ausência da idealizada e inatingível perfeição. Custa muito mostrar as cicatrizes que trazemos e nos marcam o corpo e a alma. Custa muito vivermos de verdade e sermos íntegros através dela, seja ela uma manifestação de um desejo, seja ela uma manifestação de fragilidade, de uma dúvida ou de uma falha. Só o amor consegue retirar as máscaras. Só o amor nos permite olhar para nós e para os outros com tudo aquilo que temos e vemos, com tudo aquilo que nos torna homens e mulher imperfeitos, com limitações, histórias e necessidades. Todos desejamos a intimidade, todos desejamos verdadeiras relações de amor, mas só os mais corajosos se atrevem a despir-se para as sentir e viver. É preciso ter coragem para sermos e vivermos com tudo o que trazemos e somos, partilhando tudo isto pelo caminho mais íntimo e honesto de todos - o do amor. Diana

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub